Escolha uma Página

Como ler rótulos

Beleza
17 Mar, 2013

Food-labels-470x249Vais ao supermercado, escolhes um pacote de comida e qual é a primeira coisa que fazes?

Se fores como a maioria das mulheres irás responder “ler o rótulo para ver quantas calorias, gordura, hidratos de carbono, etc é que tem”. Acertei?

Os rótulos existem para te informar sobre quais os componentes dos alimentos que estás a consumir. No entanto, isto não é o que verdadeiramente acontece.
A indústria da comida encontra maneiras de contornar a legislação, introduzindo os componentes que querem e rotulando os produtos de uma forma apelativa.

Mas há algo que talvez não saibas:

O que verdadeiramente importa é a lista dos ingredientes e não a tabela nutricional

O teu corpo está desenhado para ingerir determinados alimentos, decompô-los, assimilá-los e eliminar os seus resíduos. Sempre que comes algo que o teu corpo não reconhece, este passa-se porque não sabe o que fazer com essas substâncias desconhecidas. Portanto, a fim de continuar a digerir os nutrientes que reconhece, o corpo vai colocar estes “desconhecidos” de parte.

O resultado é que estes “desconhecidos” começam a acumular-se em lugares não muito apetecidos – como nas coxas, barriga, celulite, pele, artérias, orgãos vitais, sistema linfático, etc – bloqueando o fluxo natural de energia e comprometendo a tua saúde. Não importa quantas calorias possa ter, pois se o que tiveres a comer for “comida de gente” o teu corpo saberá o que fazer com cada nutriente.

Isto significa que o que tu queres é procurar alimentos que sejam reconhecidos pelo teu organismo e afastares-te dos que não são. E se usares este princípio sempre que comeres alguma coisa, tudo vai correr bem.

Aqui estão algumas dicas que te vão ajudar na próxima ida ao supermercado:

1. VAI DIRETA AO CORREDOR DA “COMIDA A SÉRIO” (ou seja, vegetais, frutas, cereais, leguminosas, sementes) e evita o corredor da comida empacotada/processada/artificial;

2. LÊ A LISTA DOS INGREDIENTES E PERGUNTA A TI MESMA:

  • Reconheço o nome de cada ingrediente?
  • Estes ingredientes nascem da terra ou crescem nas árvores?
  • A minha avózinha reconheceria estes ingredientes?

3. LARGA DE IMEDIATO O PACOTE SE:

  • tiveres respondido “não” a, pelo menos, uma das perguntas anteriores
  • a lista dos ingredientes tiver demasiadas palavras
  • contém alimentos refinados, como arroz branco, açúcar branco, massa branca, farinha branca
  • contém químicos ou conservantes
  • tiver rótulos muito apelativos e cheios de marketing

O ideal é consumir apenas alimentos frescos e integrais, mas se tiveres mesmo que comprar alimentos empacotados assegura-te de que têm o mínimo de ingredientes possível e que os reconheces a todos.

Aqui está um exemplo: O que é que tu preferes, um rótulo que diga isto?

Germinados de espelta, água

ou isto?

farinha branca, sal, soro de leite em pó, óleo vegetal, açúcar, ovo em pó, levedura, conservantes (E 412, E 200), emulsificantes (E 471, E481), estabilizadores (E 412)

Ambos são exemplos de pão. O primeiro é pão de germinados (o pão de melhor qualidade) e o segundo é pão “normal”. Qual deles achas que faria o teu corpo feliz?

Partilha este artigo aqui.

Francisca Guimarães - Miss Kale

Francisca Guimarães

"No blog, partilho dicas que te vão ajudar a estar bonita, saudável, jovem e cheia de energia."

EBOOKS

 

MARCAS QUE RECOMENDO

logo - conasi

Logo Circulobio

Logo Simplyflow by Fatima Lopes