Escolha uma Página

Como conseguir um bronzeado natural sem envelhecer a pele

Antiaging, Beleza, Saúde
21 Mai, 2019

O excesso de sol é responsável por 80% do envelhecimento da pele. 

Os dias de praia estão a chegar e com eles a vontade de ter um bronzeado rápido e que dure todo o verão. Contudo, se tu desejas que a tua pele se mantenha jovem, brilhante e sem rugas, tu precisas aprender a cuidá-la, especialmente antes, durante a após a exposição solar.

 

Sol: benéfico ou prejudicial?

O sol é a principal fonte de Energia Vital dos seres vivos. Dificilmente é possível atingirmos um estado de saúde e vitalidade sem exposição direta ao sol. Aliás, a carência de luz solar encontra-se relacionada com desequilíbrios como cansaço crónico, depressão, ansiedade, doenças auto-imunes, distúrbios de sono, infeções crónicas, aumento de peso, problemas de pele, queda de cabelo e dores musculares.

A helioterapia, ou a terapia através do sol, é uma prática milenar que necessita de ser resgatada, uma vez que atualmente, e devido ao estilo de vida moderno que acontece entre quatro paredes, pouco ou nenhum sol recebemos, principalmente nos meses mais frios.

Alguns dos benefícios que o sol te pode aportar:

  • fortalecimento do sistema imunitário
  • desintoxicação do sangue
  • maior aporte de oxigénio às células
  • prevenção de estados depressivos e ansiedade
  • mais vitalidade
  • melhoria de desequilíbrios de pele como acne, psoríase, eczema e infeções fúngicas
  • ajuda a matar bactérias e fungos
  • melhoria da saúde óssea
  • melhoria da função cerebral e cognitiva
  • melhoria da qualidade do sono
  • estimulação do crescimento nos bebés e crianças
  • fundamental para a síntese de Vitamina D – responsável por diversas funções, nomeadamente imunitárias

Contudo, o sol apenas é benéfico se a sua exposição for moderada.

De acordo com a British Skin Foundation, de maneira a usufruíres dos benefícios terapêuticos dos raios solares, tu apenas necessitas de te expor ao sol durante 20 minutos por dia e nos horários em que a radiação se encontra mais fraca – até às 10.00h e depois as 16.00h.

O sol não é o inimigo, a maneira como tu o usas é que poderá ser altamente prejudicial para a saúde e juventude da tua pele.

 

De que maneira o sol pode envelhecer a tua pele

Quando os raios Ultra-Violeta (UV) atingem a pele, eles penetram as células da epiderme (camada mais superficial da pele) e desencadeiam um processo inflamatório. Em resposta, o teu sistema imunitário é ativado e um maior aporte sanguíneo é levado até à área afetada, manifestando-se em vermelhidão, calor e uma sensação de ardor.

Paralelamente, estes raios UV irão também estimular os melanócitos a produzir melanina – células responsáveis pela pigmentação da pele -, sendo que um dos seus objetivos é proteger o ADN da radiação solar. Isto significa que o bronzeado não é mais do que uma resposta protetora e inflamatória aos raios solares. 

Os raios UV desencadeiam o envelhecimento prematuro da pele uma vez que são capazes de:

  • alterar a estrutura e propriedades químicas da pele
  • danificar o ADN das células
  • destruir as fibras de elastina (proteína responsável pela elasticidade da pele)
  • destuir o colagénio (proteína que dá estrutura à pele)
  • enrijecer a camada mais superficial da pele
  • desencadear um excesso de produção de melanina – hiperpigmentação
  • promover a formação de radicais livres, deixando a tua pele com rugas, flacidez e falta de elasticidade

Com a excepção das queimaduras, os efeitos prejudiciais do excesso de exposição solar não são imediatos. O bronzeado que ganhaste hoje não se irá manifestar em rugas e pele flácida amanhã, mas sim com o passar dos anos.

Os raios Ultra-Violeta Baixos (UVB) são responsáveis pelas queimaduras ou ‘escaldões’, ou seja, os seus danos são mais rápidos e visíveis. Por outro lado, os raios Ultra-Violeta Altos (UVA) são considerados os mais perigosos, e causadores do envelhecimento prematuro da pele, uma vez que os seus efeitos são mais profundos, silenciosos e manifestam-se a longo prazo.

 

5 dicas para conseguires um bronzeado natural sem envelhecer a pele

É perfeitamente possível tu conseguires um bronzeado natural e usufruires dos benefícios terapêuticos do sol, evitando ao mesmo tempo o envelhecimento prematuro da tua pele.

Para isso, é essencial que tu te recordes de que o objetivo principal de apanhar banhos de sol é energizar o teu corpo e a tua mente, e não propriamente para ficar com um bronzeado que combine com o vestido de casamento que irás levar no próximo fim-de-semana!

Aqui ficam algumas dicas que ajudar-te-ão a conseguir um bronzeado natural sem envelhecer a pele:

1. Evita expores-te ao sol durante as horas de maior calor e radiação solar – entre as 10.00h e as 16.00h. Vai para a praia logo de manhã e regressa antes da hora do almoço ou então vai apenas depois das 16.00h e fica até ao final do dia. Evita passar um dia inteiro na praia, mesmo que debaixo de um guarda-sol (já agora, procura utilizar sempre um guarda-sol que tenha proteção UV).

2. Usa SEMPRE um chapéu – de maneira a aproveitares os benefícios do sol, tu não precisas de expor a pele da tua cara (que é muito sensível à radiação solar), basta que seja a do teu corpo. Caso desejes apanhar um pouco de sol na cara, o ideal é que seja ao final do dia, altura em que os raios UV estão muito mais fracos.

3. Aplica manteiga de côco ou idealmente azeite extra virgem (podes ler mais sobre este tema em ‘4 truques para um bronzeado rápido e saudável‘) antes e depois de apanhares sol, de maneira a hidratar e ajudar a prevenir o envelhecimento da pele.

4. Consome alimentos hidratantes e ricos em antioxidantes – os raios UV são capazes de desencadear um processo celular de envelhecimento designado de oxidação, em que acumulações de radicais livres levam à formação de rugas ao nível da pele. Os antioxidantes são as moléculas capazes de neutralizar a ação destes radicais livres, logo, é essencial que o teu organismo tenha bastantes reservas deste nutriente. Alguns alimentos ideais para os dias de sol são os pepinos, melancias, nectarinas, frutos vermelhos, kale, ananás, aipo e água de côco.

5. Utiliza um protetor solar natural que tenha proteção contra os raios UVA e UVB, de preferência com um SPF mínimo de 30, sempre que a exposição solar for mais prolongada. O ideal é aplicares diariamente um protetor solar SPF 50 na face, uma vez que é uma zona muito sensível e com grande probabilidade de vir a formar rugas devido aos raios UV. Relativamente à pele do corpo, aplica um protetor solar sempre que sentires que a radiação solar está muito intensa ou no caso da exposição ultrapassar os 20 minutos.

Sugiro que leias o artigo Será que o teu protetor solar está a proteger ou a prejudicar a tua saúde?

Aqui ficam algumas referências de marcas de proterores solares:

 

Acorelle

 

 

Jason

Alga Maris

 

Apanhar sol é fundamental para a tua saúde, porém, é necessário que o faças com responsabilidade.

O envelhecimento prematuro da pele apenas acontece quando a exposição solar é prolongada e dentro do horário de maior calor e radiação. De maneira a protegeres a tua pele do excesso de raios UV, tu podes sempre recorrer a protetores solares naturais, chapéu, guarda-sol e, claro, a sombra!

Que tenhas um verão maravilhoso!

Francisca Guimarães - Miss Kale

Francisca Guimarães

"No blog, partilho dicas que te vão ajudar a estar bonita, saudável, jovem e cheia de energia."

EBOOKS

 

MARCAS QUE RECOMENDO

logo - conasi

 

logo - ORGANII

Logo Circulobio

Logo Simplyflow by Fatima Lopes