O que comer no verão para estar saudável e em forma

Beleza, Saúde
3 Jul, 2015

Como já deves ter lido nos artigos “Porque deves mudar a tua alimentação no Inverno” e “Como estar linda e saudável na Primavera“, de modo a que o nosso corpo esteja saudável e forte durante todo o ano, é fundamental alinharmos a nossa alimentação e estilo de vida com as diferentes estações da Natureza.

Regido pelo elemento “fogo”, o verão é a estação do ano que mais energia nos proporciona. Facilmente nos sentimos enérgicas, alegres, positivas e cheias de vontade de sair de casa e disfrutar da vitalidade que o Sol nos transmite. É também uma altura favorável para “recarregarmos baterias” e elevarmos a nossa energia vital, que muito útil será no outono e inverno.

Esta estação do ano, caracterizada pelo calor, apresenta qualidades quentes, secas e ligeiras que se irão expressar na Natureza e também no nosso corpo. Quando estas qualidades se exacerbam, poderão manifestar-se fisicamente em azia, mau hálito, febre, erupções cutâneas, acne, afrontamentos, tonturas, entre outros; e, emocionalmente em raiva, irritação, frustração e impaciência. Torna-se então essencial compensarmos estas características, típicas do verão, comendo alimentos de natureza fria e hidratante, sendo que os nutrientes mais importantes para esta estação são os hidratos de carbono – nutrientes que mais rapidamente geram energia no organismo.

Ao longo das diferentes estações do ano, a natureza fornece-nos os alimentos que ajudam a promover o nosso equilíbrio interno. Por exemplo, no Inverno, a terra dá-nos alimentos com características quentes e densas, na primavera alimentos ligeiros e desintoxicantes, e no verão alimentos refrescantes e energizantes. Assim sendo, os alimentos que devemos priorizar no verão, de modo a elevarmos a nossa energia vital e a evitarmos as consequências do excesso de calor no organismo, são aqueles que abundam nesta altura do ano, tais como:

FRUTA

Esta é a estação do ano em que mais fruta podes e deves comer, devido à energia e hidratação que proporcionam. Contudo, convém que incluas apenas a fruta local e da época, como é o caso, por exemplo, dos figos, pêssegos, nectarinas, morangos, alperces, melancia, meloa, melão, amoras, ameixas.

ALIMENTOS HIDRATANTES

Os alimentos que mais hidratam e refrescam o organismo são os que possuem um elevado conteúdo em água e sais minerais. Logo, tenta consumir, principalmente nos dias de maior calor, alimentos como o pepino, melancia, meloa, alface, morangos, tomates, ananás.

É conveniente que evites refeições pesadas e quentes, como assados e estufados, e optes por saladas, vegetais ao vapor e grelhados. Convém também que substituas o café, ou outras bebidas quentes, por sumos e batidos naturais, chás frios e águas aromatizadas. No entanto, é importante salientar que a temperatura dos alimentos e bebidas deverá ser fresca, não fria nem muito menos gelada, pois poderá desencadear um pequeno choque térmico no organismo. Para ajudar a refrescar, podes também incluir nas comidas, ou bebidas, especiarias refrescantes como o funcho, menta e coentros.

Nesta estação do ano é também relevante que:

  • bebas muita água (entre 1,5L-2L, dependendo do nível de desidratação);
  • descanses, uma vez que o calor cria um certo desgaste no corpo e mente;
  • evites fazer exercício físico intenso nas horas de maior calor, pois potencia a subida da temperatura corporal;
  • acordes o mais cedo possível;
  • evites ou diminuas o consumo de carne, ovos, lacticínios e álcool;
  • vistas roupa fresca e, de preferência, de algodão;
  • evites estar na praia nas horas mais quentes.

Aqui estão alguns exemplos de receitas apropriadas para o verão:

Pesto de brócolos

Barrinhas de côco e limão

Tarte de lima e côco

Pudim de chia e cardamomo

Arroz de côco e limão com espargos grelhados

Gelado de sementes de sésamo pretas

Batido fresco de banana e morango

Spaghetti de kamut com almôndegas de vegetais

Snack de maçã e caramelo

Soufflé frio de chocolate

Cheesecake saudável de frutos vermelhos

Batata doce com especiarias + brócolos com molho de mel e sésamo

Batido de pêssego com especiarias + granola

Massa de kamut com pesto de tomate seco

Gyosas de legumes (s/ glúten)

Creme de brócolos, ervilhas e manjericão

Batido verde para acordar

Limonada de Kale

 

Sugiro também que leias os artigosQual a melhor hora para comer” e “A importância dos intervalos entre refeições para que te sintas leve e enérgica“.

Francisca Guimarães

Francisca Guimarães

"No blog, partilho dicas que te vão ajudar a estar bonita, saudável, jovem e cheia de energia."

Share This