4 plantas que deves ter sempre em casa

Saúde
6 Abr, 2017

Existem certas plantas capazes de purificar o ar, filtrando alguns dos muitos tóxicos que podem encontrar-se no interior das casas modernas.

Será que algum destes 5 tóxicos existe na tua casa?

A vida citadina que a maioria de nós tem, apresenta variadas vantagens; contudo, também inúmeros inconvenientes, nomeadamente no que diz respeito aos níveis elevados de toxicidade a que estamos constantemente expostos.

As casas modernas – que incluem materiais de construção sintéticos, pouco fluxo de ar, mobília pintada e envernizada, carpetes e produtos de limpeza repletos de substâncias tóxicas, entre outros – apresentam uma grande tendência para acumular poluição atmosférica.

Aliás, segundo um artigo, publicado na U.S. Environmental Protection Agency, “o ar no interior das casas e outros edifícios, poderá encontrar-se seriamente mais poluído do que o ar do exterior”.

De entre os vários tóxicos que se podem encontrar no interior dos edifícios modernos, aqui ficam os 5 principais:

Benzeno

Presente em plásticos, resinas, fibras sintéticas, detergentes, pesticidas, ceras, tintas, fumo de tabaco, colas, etc.

Pode provocar tonturas, taquicardia, dores de cabeça e irritação nos olhos.

Amónia

Encontra-se em detergentes de limpar os vidros e fogão, ceras de chão, fibras sintéticas e plásticos.

Relaciona-se com dores de garganta, irritação dos olhos e tosse.

Formaldeído

Presente em alguns sacos de papel, toalhitas faciais, toalhas de papel, guardanapos de papel, fibras sintéticas, etc.

Pode irritar os olhos, o nariz e a garganta, assim como inchar a laringe e os pulmões.

Tricloroetileno

Encontrado em tintas de impressora, vernizes, tintas, lacas e decapantes.

Pode causar tonturas, dores de cabeça, enjoos e, em casos mais graves, depressão do sistema nervoso.

Xileno

Presente em pele, tintas, impressões, fumo de tabaco e de carros.

Relacionado com tonturas, dores de cabeça, irritação do nariz e garganta, problemas cardíacos, hepáticos e renais.

Os tóxicos que se encontram nos espaços que frequentas, quer sejam eles interiores ou exteriores, podem passar para o teu organismo, através dos pulmões, e desencadear uma série de patologias crónicas tais como asma, sinusite, alergias e enxaquecas.

Em média, nós passamos cerca de 90% do tempo em edifícios fechados – casa, escritório, ginásio, centros comerciais, etc. -, com pouco oxigénio e níveis elevados de poluição atmosférica. Deste modo, torna-se fundamental melhorar, o máximo possível, a qualidade do ar que respiras.

4 plantas de interior capazes de purificar o ar 

Na década de 90, a NASA realizou um estudo que visava encontrar uma solução para manter o ar, das cápsulas dos astronautas que embarcavam em missões de longa duração, limpo e livre de tóxicos.

Esta pesquisa levou os seus investigadores a concluir que existem diversas plantas de interior capazes de purificar o ar e filtrar uma grande parte dos tóxicos que se encontram presentes nos espaços fechados, nomeadamente das casas.

De maneira a otimizar esta purificação do ar, a NASA recomenda que se coloquem 2 a 3 plantas por cada 10m2.

Este estudo reuniu dezenas de plantas, capazes de fazerem esta purificação. Aqui ficam as top 4:

1.LÍRIOS DA PAZ (Spathiphyllum wallisii)*

Remove formaldeído, xileno, amónia, tricloroetileno e benzeno; e diminui os níveis de esporos de bolor presentes no ar.

2. ESPADA-DE-SÃO-JORGE (Sansevieria trifasciata)*

É capaz de remover cerca de 107 poluentes do ar, incluindo formaldeído, xileno, tricloroetileno, dióxido de carbono, nitrogénio e benzeno, sendo por isso uma das plantas mais poderosas no que diz respeito à purificação o ar.

Para além da capacidade de filtrar uma série de substâncias tóxicas, a “espada-de-são-jorge” é também conhecida por energizar os espaços, neutralizando a energia “negativa” e promovendo um estado de harmonia. Logo, para este propósito, o melhor local da casa para a colocares é na entrada.

A “espada-de-são-jorge” produz grandes quantidades de oxigénio durante a noite, daí ser também uma excelente planta para teres no teu quarto.

3. CRISÂNTEMOS (Chrysanthemum)*

É capaz de remover formaldeído, xileno, amónia, tricloroetileno e benzeno.

4. PALMEIRA ARECA (Chrysalidocarpus lutescens)

 

Consegue filtrar substâncias como o formaldeído e xileno.

Esta planta é um humidificador natural, chegando a produzir cerca de 1 litro de água ambiente em 24 horas, tornando-se excelente para quem sofra de problemas respiratórios.

 

A qualidade do ar que respiras tem um impacto na tua saúde, beleza e juventude. Aliás, a poluição atmosférica é um dos principais fatores responsáveis pelo desenvolvimento de inúmeras patologias e, também, pelo envelhecimento precoce.

Apesar de não poderes controlar os níveis de toxicidade presentes nos espaços exteriores, tu podes melhorar a natureza do ar dos espaços interiores que frequentas, nomeadamente, através da inclusão de plantas capazes de o purificar e energizar.

 

* estas plantas poderão ser tóxicas para cães e gatos.

Francisca Guimarães

Francisca Guimarães

"No blog, partilho dicas que te vão ajudar a estar bonita, saudável, jovem e cheia de energia."

Share This